quarta-feira, outubro 17, 2007

O maior assassino da Historia da Humanidade

(pontuacao... paciencia p.f.)


E tido como dado assente que o maior assassino da Historia da Humanidade usava bigodinho ao meio. Serio caso clinico, o Sr. Adolfo, no seu delirio ariano, achava-se no direito de moldar as mentes das suas gentes para gasificar seres humanos por nao considerar que estes eram dignos de viver, quer pela cor da pele, o tamanho do cranio, o local de nascimento ou religiao.


Admito que julgar e um mexerico cruel, e mais o e julgar quem matou mais, quem foi mais longe nas atrocidades, nas ilusoes das mentalidades. Apenas pretendo expor a Historia, a verdade.
E a verdade e que se a Gestapo cometeu crimes contra a Humanidade, o Exercito Imperial Japones cometeu a dobrar.

O Japao manchou a historia do sec. XX da maioria dos paises Asiaticos. Apos o termino da enclausura ao arquipelago subjugada as ordens do Shogunato, o novo Imperio procurou alargar o seu territorio. O que o Japao fez, foi, no fundo, uma mera copia dos movimentos ja efectuados em epocas passadas pelas restantes potencias internacionais.

Acreditanto que o solo japonês era sagrado, que nao merecia a presenca dos barbaros forasteiros, “inferiores a sua raça”, lancaram-se ao exterior, navegaram para o horror: Guerra Sino-Japonesa, Guerra Russa-Japonesa, Primeira e Segunda Grandes Guerras. Alem dos territorios referidos, China e Russia, o Japao dizimou inocentes – civis e militares (os militares nao sao tambem inocentes?) – nos territorios da Coreia, Filipinas, Indonesia, Mianmar, Singapura, Hong-Kong e Malasia.

O Massacre de Nanking e um exemplo documentado do leque de insensibilidades: experiencias em corpos humanos, enterro de pessoas vivas, tortura de prisioneiros de guerra, canibalismo, trabalho forcado, violacoes.
Palavras do historiador C. Johnson: Podera nao fazer sentido tentar definir qual foi o agressor mais cruel da 2GGuerra, se o Imperialismo Japones, se o Nazismo. Ambas as nacoes destruiram os paises que conquistaram numa dimensao monumental; no entanto, as barbaridades cometidas pelo Japao foram mais, e durante um periodo maior, que as dos Nazis. Ambos assassinaram e escravizaram milhoes, exploraram-nos como trabalhadores forcados – e no caso dos japoneses, como prostitutas forcadas para as tropas da linha da frente.

Uma das razoes que explica o comportamento selvatico das tropas niponicas foi o tratamento extremo imposto durante a formacao militar. Tal tratamento incluia uma lavagem cerebral. Os soldados japoneses passavam a acreditar que o inimigo era um barbaro que iria violar as suas familias e que mataria todos os prisioneiros de guerra. Para o soldado niponico era uma honra morrer pelo Imperador, como para o samurai era uma vergonha nao morrer pelo seu amo.
Esta ideia fabricada nas mentes de muitos jovens japoneses incitou a morte de muitos deles. Os Kamikaze, como ja referi neste espaco - nao eram suicidas mas sim vitimas da obediencia; por outro lado, milhares de soldados da infantaria suicidavam-se antes de serem capturados – e assim poderem ser salvos da demencia – pelos soldados americanos ou asiaticos. E facil concluir, mas nao devo deixar de resumir, que isto significa que o Exercito Imperial Japones ordenava as suas tropas a morte do inimigo, e ainda matava as suas proprias tropas.

Obviamente que o sentimento de remorso percorrera durante eras as gentes do Japao. Ha, pelo mundo fora, sobreviventes da Segunda Grande Guerra. Nao foi ha assim tanto tempo. E e admiravel que num pais que tem no seu curriculo recente este perfil de violencia, se vive actualmente numa harmonia inimaginavel comparativamente a outros lugares que nunca fizeram parte de guerra entre nacoes.
Pede-se muitas desculpas pelo vexame japones no sec. XX, pede-se muitas desculpas, pede-se sempre desculpas. Acho possivel que este repetitivo sentimento de culpa do Japao contemporaneo tenha sido em parte desencadeado pela imagem deixada pelos infames crimes de Guerra na consciencia moral do povo japones.

Mas nao se deixe enganar quem le estas linhas, pois nao e minha intencao concluir desta exposicao que o maior chacinador da Historia foi o Imperio Japones. Nao se deixe turvar pelos preconceitos. Eu ajudo: some-se as centenas de anos de perseguicao heretica e inquisicao presentes na cronologia da dita Humanidade, e nao se espante em descobrir que o maior assassino da Historia foi a Igreja Crista.
Vil ironia, pois a ironia e quase sempre negra, de a cruz crista, onde esperou a morte Jesus Cristo, se ter tornado um simbolo armado, um culto de opressao psicologica. E que com a crucificacao de Jesus Cristo, morreu tambem um dos ensinamentos que o mesmo defendia: Não matarás.

8 Comments:

Anonymous X disse...

... tens de ver o Estaline...

21/10/07 2:14 da manhã  
Anonymous olaré disse...

já Voltaire o afirmava e ainda faltavam uns anitos para a continuação do morticínio

27/10/07 8:14 da manhã  
Anonymous Anónimo disse...

Sim é verdade, no entanto muitas atrocidades supostamente cometidos pelos japoneses não passa de mito, muitas coisas foram inventados pelos aliados para incriminar o japão e justificar o holocausto americano no japão.
Eu acredito que os americanos e ingleses manipularam Liga das Nações para provocar a segunda guerra mundial. os americanos tinham interessem em provocar a segunda guerra mundial para emergir como uma superpotência mundial.
Hoje a China usa os fatos históricos para chantagear, intimidar e justificar um futuro massacre contra o povo japonês, Se a China quiser acabar com o Japão no futuro, eles tem que depreciar e fabricar imagem repugnante sobre os japoneses, em seguida justificar o extermínio contra o Japão.
Por outro lado os EUA nunca se desculpou pelo genocídio perpetuado contra os indefesos povos de hirashima, nagasaki e okinawa.
Portanto o governo japonês não deve e não pode se desculpar pelos supostos massacres na Ásia.

Para um americano ou comunista, há que repetir-se a mentira à exaustão para que ela se torne verdade, e manchar a imagem do japoneses, dos muçulmanos dos cubanos dos brasileiros etc eternamente.

27/10/07 1:24 da tarde  
Blogger SaN0 disse...

acabei de ver uma notícia sobre um jovem de 18 anos, finlandês, que matou a directora da escola e 2 colegas. Dizem que era adorador de Hitler e estaline :p

é a era do neo-nazismo :/

8/11/07 5:56 da manhã  
Blogger bruno disse...

e voltaremos a ver fotos made in japan?
ou continuas retido no mundo?

9/11/07 10:23 da tarde  
Blogger bruno disse...

tiago in?
hope you solved your situation!?
merda para as fronteiras! acabaram-me com a leitura!
abraços

13/11/07 10:56 da tarde  
Blogger Angelo disse...

Ha uma coisa que nunca compreenderei no Japao que e o facto de referirem incessantemente as vitimas das bombas e os rituais que seguem em volta delas. Nao quero com isto dizer que as bombas atomicas foram coisa boa. Ninguem o pode dizer. Mas nos curricula das escolas mas e feita referencia as atrocidades referidas pelo Tiago! E isso deixa-me fora de mim.
Acho que e mais uma manifestacao das aparencias com que este pais vive.

Mas tambem nao compreendo a veemente obessao da China e da Coreia do Sul pelo facto de o Japao ja ter um ministerio da defesa e poder vir a ter forcas armadas de facto (porque na pratica nunca deixou de as ter!): o mundo de hoje nao e o mundo de ha 70 anos e aventuras imperialistas niponicas seriam pura e simplesmente esmgadas pela propria China e pelos EUA... Mas tambem estou em crer que ha que esperar por mais uma geracao ou duas de politicos...

15/11/07 8:28 da tarde  
Anonymous Anónimo disse...

Esse anônimo é uma piada dizer que o inventaram coisas contra o Japão e o EUA e Inglaterra queriam a guerra, delirios de uma pessoa que não conhece nada de história ,A Unidade 731 era o programa de guerra biológica do Japão, liderado pelo médico Shirô Ishi. Essa unidade fazia experiências com cobaias humanas, mais precisamente prisioneiros de guerra. As experiências realizadas pela equipe de Shirô Ishi, eram das mais absurdas e chocantes possiveis, iam desde infectar suas cobaias com doenças de todos tipos, injeções de ar, choques elétricos, até autópsias e dissecações em indivíduos vivos, sem nenhum tipo de anestesia. Informe-se melhor sobre as escravas sexuais !

7/1/10 7:13 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home